As dores de costas e de cabeça estão na origem de uma boa parte dos pedidos de auxílio médico. Cerca de 80% das pessoas sofre de dores de costas ao longo da vida.
Num número considerável de casos, é possível atribuir as dores de cabeça a um desalinhamento da primeira vértebra cervical, como iremos ilustrar mais adiante. Por vezes, as dores agudas resolvem-se por si próprias ao fim de poucas semanas, ainda que se possam verificar recaídas, e é nessa fase que o problema pode tornar-se crónico. As dores de costas podem ser consideradas crónicas quando persistem por mais de três meses.

A dorsalgia manifesta-se através de sintomas que podem definir-se como concretos ou indistintos, agudos ou difusos, ardentes, lancinantes ou agonizantes. Estes sintomas podem manifestar-se de forma gradual ou súbita. Quando as dores se irradiam para as nádegas e ao longo das pernas, podemos falar mais propriamente de ciática.

 

Causas das dores de costas

As dores de costas podem ser definidas mediante vários factores e, muitas vezes, é difícil identificar a sua origem. Devem-se frequentemente a estiramentos, traumas, esforço, lesões devido a desgaste excessivo ou lesões nos ligamentos, articulações ou discos intervertebrais.

O processo doloroso é sucessivamente agravado por uma reacção inflamatória.
Em muitos casos, as dores de costas que iremos examinar apontam-nos para o desalinhamento da cavidade craniana, da primeira vértebra cervical e do segmento cervical da coluna vertebral que, por sua vez, pode dar lugar a uma curvatura anómala da espinha dorsal.

 

Fontes mais comuns das dores de costas

  • hérnia discal: esta patologia particular, quando afecta o nível vertebral de L4-L5, pode originar uma ciática (inflamação do nervo ciático);
  • processos degenerativos associados ao envelhecimento;
  • lacerações dos discos intervertebrais;• síndrome da faceta;
  • fracturas vertebrais;
  • anomalias na mecânica corporal;
  • estenose espinal (contracção do canal espinal, comummente associado à artrose);• anquilose, espondilite;
  • [*]infecções, cancro, síndrome da cauda equina (compressão de um raio de raízes nervosas dos segmentos inferiores da medula, muitas vezes devido à hérnia discal. Provoca dores e fraqueza na mobilidade ao nível dos membros inferiores, dores lombo-sacrais, disfunções renais e intestinais, perda de sensibilidade ao nível da região sacral, anal, perineal e genital);
  • [*]infecções renais ou cálculos renais que podem causar dores de costas logo abaixo da caixa torácica;
  • [*]anomalias do aneurisma da aorta abdominal, que normalmente são vistas como dores na zona lombo-sacral e possuem um carácter profundo e persistente;

 

[*] Estas não são causas comummente verificadas nas dores de costas e são patologias sérias pelas quais o paciente deve consultar imediatamente um especialista.

 

A depressão, excesso de peso e fadiga podem incidir nas dores de costas, exercendo um impacto negativo sobre a percepção individual das dores e na resposta ao tratamento.

A gravidez, stress, declínio da forma física, postura incorrecta no desempenho de várias actividades, carregamento de pesos e posição incorrecta durante o sono são condições que podem contribuir para o desencadeamento das dores de costas.

 

Tratamento das dores de costas

QUIROPRAXIA ATLAS ORTOGONAL: UMA NOVA TÉCNICA NÃO INVASIVA E INDOLOR PARA AS DORES DE COSTAS

Conforme dito, uma das causas das dores de costas é o desalinhamento da coluna cervical da coluna vertebral que, por sua vez, pode levar a uma curvatura patológica da própria espinha dorsal.

Quando a primeira vértebra cervical está desalinhada, a cabeça inclina-se e, consequentemente, toda a coluna vertebral desloca-se numa tentativa de contrabalançar esses desequilíbrios e suportar o peso da cabeça, mantendo a sua posição no centro do corpo, perpendicular ao ponto central entre os dois pés.

Este esforço contínuo irá exercer uma pressão mecânica e uma tensão sobre todo o corpo, podendo originar uma série de sintomas, tais como enxaquecas, cervicalgia, atordoamento/vertigens e dores de costas.

O sistema nervoso é composto pelo encéfalo, espinal medula (contida na coluna vertebral) e nervos.

O sistema nervoso controla, regula e influencia todas as funções do corpo.As raízes nervosas (prolongamentos da espinal medula) ramificam dos espaços intervertebrais para criar uma rede de ligações com todas as partes do corpo.

Consequentemente, quando a coluna vertebral está desalinhada, o sistema nervoso não pode funcionar correctamente, dando origem a sintomas e patologias de natureza diversa.

Anos de investigações científicas levaram à conclusão que um desalinhamento das vértebras espinais e as respectivas consequências podem estar associadas a um mau posicionamento da vértebra Atlas, a primeira vértebra cervical.

Durante mais de meio século, esta técnica foi utilizada na América do Norte para o tratamento de vertigens e tonturas.

Ao reposicionar correctamente a ráquis cervical, o resto da coluna vertebral volta a assumir uma melhor postura biomecânica e a pressão sobre a coluna vertebral diminui gradualmente.

A intervenção consiste, numa primeira fase, numa análise cuidadosa do diagnóstico por imagens, recorrendo a fórmulas matemáticas específicas. Em seguida, com o auxílio de um instrumento especial, o segmento cervical da coluna é corrigido de uma maneira totalmente indolor e não invasiva.
Este tratamento único, personalizado para cada paciente, tem a vantagem significativa de evitar os riscos associados à cirurgia e os efeitos colaterais que acompanham a maior parte dos fármacos.

 

IMAGEM A: A pressão sobre as facetas pode levar a uma síndrome da facetaMaior tendência para a hérnia discalMaior tendência para a fadiga muscularMaior tendência para a pressão dolorosa sobre as terminações nervosasIMAGEM B: Ausência das facetasAusência de hérnia discalNenhuma fadiga muscular ou espasmoNenhuma pressão dolorosa sobre as terminações nervosas

 

A maior parte das dores de costas pode ser tratada sem recurso a uma intervenção cirúrgica, através de:

- Fármacos

  • Os fármacos anti-inflamatórios não esteróides (FANS) como a aspirina, o ibuprofeno e o acetaminofeno (Tylenol) são analgésicos.
  • Os analgésicos devem ser tomados com precaução. O uso prolongado pode provocar efeitos colaterais, tais como problemas digestivos, renais e hepáticos, bem como o aparecimento de equimoses.
  • Os relaxantes musculares provocam habituação.• Os narcóticos como os opiáceos são analgésicos potentes mas, devido ao seu poderoso efeito sedativo, tomá-los de forma continuada pode causar dependência.
  • Uso de compressas tépidas e frias.
  • Repouso na cama durante 1 ou 2 dias. O paciente deve retomar a sua actividade normal assim que possível. Permanecer na cama mais dois ou três dias pode piorar a dor.

- Terapia física

  • Por vezes, os exercícios específicos prescritos por médicos e fisioterapeutas podem ajudar a convalescença.
    Os exercícios não devem provocar dor.

- Acupunctura

- Intervenção cirúrgica: é raramente inevitável e, muitas vezes, pode ser contra-producente

 

 

PACIENTES DO ESTRANGEIRO OU FORA DE MILÃO

Alguns pacientes vêm do estrangeiro ou fora de Milão para se submeterem a este eficaz tratamento de Quiropraxia Atlas Ortogonal, altamente inovador, mas ainda não difundido por toda a Europa.
É particularmente indicado para a cura de dores de costas, hérnia discal, ciática, dores de cabeça (enxaquecas, cefaleia músculo-tensiva, cefaleia provocada pela síndrome temporo-mandibular, etc.), dores cervicais, vertigens e outras patologias associadas à coluna vertebral.
Esta terapia permite evitar os efeitos colaterais da medicina tradicional e os riscos comummente associados às intervenções cirúrgicas.Aconselhamos aos pacientes oriundos do estrangeiro ou fora de Milão que organizem uma estadia de, pelo menos, três dias, de modo a permitir-nos planear a primeira consulta, os exames de diagnóstico por imagens e alguns tratamentos quiropráticos.
Será, em seguida, elaborado um calendário para os tratamentos sucessivos, com base nas exigências de cada paciente.
O nosso consultório situa-se numa zona central e conveniente de Milão, com acessos fáceis a partir de todos os principais hotéis nas proximidades.
Podemos ajudá-lo a encontrar um hotel. Se telefonar para o nosso consultório e deixar uma mensagem à operadora, será contactado o mais rapidamente possível com as informações necessárias.

  • Dott.ssa Nassim Saba Sayah

    Via Madonnina 10 - Milano
    Tel. +39-02.0062.9984

  • © Chiropratica-Atlante Saba

    Tutti i diritti riservati
    All rights reserved

  • Sito a cura di | Website by

    Oplà